segunda-feira, maio 18, 2009

Eco...tudo

Estamos em tempos ecológicos. Tudo começou inocentemente com a reciclagem e aqueles putos castiços a dizerem: "vá lá não custa naaadaaaa!!! É por mim, é por elaaaa" e depois... bem depois veio a revolução. Ele há eco tudo, recicla tudo... dos velhos vidrões passamos a ter os papelões, os plasticões, os pilhões, os electrões...
Mas a verdadeira revolução veio com as fraldas. As velhas fraldas de pano foram repensadas e agora temos uma versão século XXI, mais bonitas, mais práticas, muiito ecológicas... acho muito bem, para quem queira (e tenha paciência) para tirar caquinha de bébé do tecido e pô-las a lavar e afins... eu cá, por muito eco preocupada que seja, viro-me mais para as novas eco descartáveis, embora não consiga compra-las cá, o que implica esquecer a ecologia do cócó.
Agora há coisas que me fazem espécie... numa dessas minhas pesquisas aventureiras dou de caras com a página ecobebés que vende o seguinte artigo:
Bola Mexicana ou Guizo de Grávida (?!?!?!?!?!?!!?) (ver aqui). GUIZO!!!! Eu imaginei logo uma grávida com a sua coleirinha vermelha ao pescoço e um guizinho fofucho pendurado, para avisar os mais desprevenidos "Atenção, hipopotama a caminho, é favor desviar para os lados!".
Pronto... não é uma coleira, é uma espécie de fio com uma bolinha de metal pendurada que faz sons... passo a descrição: "muito suaves e graciosos. (...)a partir da 20ª semana de gravidez, o bebé consegue ouvir e reconhecer os sons no ventre. Ao utilizar a "Bola" regularmente, abaixo do umbigo, o bebé ficará familiarizado com o seu som, experimentando um som calmante, relaxante e tranquilizador, que reconhecerá, também, depois do seu nascimento" (?!?!?!?!?!). Coitado do puto!!! Desde tenra idade a ter de ouvir a porcaria da "tringleta" pendurada no pescoço da sua portadora!!!!
Pergunta: "Onde está a ecologia?" Resposta: vê-se logo que não tiveram filhos!!! Picture this: criança ouve a "tringleta" que acalma até nascer, nasce, chora, a mãe abana a "tringleta" o bebé acalma-se!!! Tão a ver, poupa-se dinheiro em Aero OM (liquido cor de rosa de sabor adocicado, que não faz nada a não ser calar a criança durante os míseros dois segundos que dura o sabor na boca e sujar a roupa toda), que é, de certeza, feito numa farmacêutica poluidora e pouco ecofriendly e que para mais vem em botelhas piquenas de plástico (o belzebu dos ecos). Esclarecidos?

Sem comentários: